Abono Pecuniário 2020

O trabalhador brasileiro possui diversos direitos trabalhistas e benefícios de acordo com as leis do Brasil. É preciso ficar atento para saber se a empresa está cumprindo todos esses direitos e saber o que o trabalhador pode ou não pode em relação ao seu contrato com a empresa. Um dos direitos que o trabalhador tem é o Abono Pecuniário 2020, conhecido como “vender férias”. Vamos explicar nos próximos tópicos o que é o Abono Pecuniário 2020 e como funciona, quem tem direito, o prazo de requerimento para vender as férias, as vantagens e desvantagens desse assunto e como fazer o cálculo agora mesmo!

Abono Pecuniário 2020

Abono Pecuniário 2020


O que é Abono Pecuniário 2020

O Abono Pecuniário 2020 nada mais é aquele momento em que o trabalhador quer vender as suas férias para o seu empregador. Esse é um direito do trabalhador quando se completa um ano e ele não quer tirar os seus 30 dias de férias, prefere vender uma parte e a outra parte ele tira os dias de descanso.

O abono de férias pode acontecer somente com um terço das férias do trabalhador. Ou seja, o empregado pode vender apenas um terço de suas férias para o empregador, a outra parte ele deve tirar realmente para descansar e curtir esses dias com sua família e/ou amigos.

CONFIRA AINDA:


Quem tem Direito ao Abono Pecuniário

Abono Pecuniário 2020 é um direito para todos aqueles trabalhadores que estão com carteira assinada e cumprindo todos os acordos das leis trabalhistas. No momento em que vai completar um ano de trabalho na empresa, o trabalhador pode então vender um terço de suas férias para o empregador a fim de complementar a sua renda e também continuar contribuindo com o seu trabalho para a empresa.

Se você vai completar um ano de empresa, saiba que você deve fazer um requerimento (caso queira), 15 dias antes de acabar o seu período aquisitivo. Assim o trabalhador tem o direito de vender essa parte das férias caso precise mais do dinheiro naquele momento do que o descanso.


Prazo de Requerimento do Abono Pecuniário

Como dissemos anteriormente, o trabalhador interessado no seu abono pecuniário, ou seja, vender parte das suas férias, precisa fazer um requerimento 15 dias antes de acabar o seu período aquisitivo. No entanto, muitas empresas também aceitam este requerimento no momento em que as férias são marcadas.


Vantagens e Desvantagens do Abono Pecuniário

A vantagem do Abono Pecuniário 2020 é que o trabalhador pode vender uma parte de suas férias, arrecadar um dinheiro extra para você e sua família e ainda ter dias de férias para poder cumprir e descansar.

A desvantagem do abono de férias é que o trabalhador terá menos de 30 dias para suas férias. Podendo prejudicar o seu tempo com a família e amigos, seu descanso e situação do seu bem-estar social, mental e psicológico.


Como Calcular o Abono Pecuniário

Para calcular o Abono Pecuniário 2020 o trabalhador precisa pegar o seu último salário e dividi-lo por 30 dias, que é o tempo total das suas férias. Já que é possível vender até um terço das férias, então o trabalhador vai pegar a sua diária trabalhada e multiplicar por 10, que é um terço do tempo do abono de férias.

É muito fácil fazer este cálculo e você encontra também alguns simuladores de abono pecuniário para você saber exatamente quanto pode receber se vender as suas férias.

 

Cálculo do Abono Pecuniário

Cálculo do Abono Pecuniário

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply